Biotério

Apresentação

Biotério é uma instalação onde se mantém animais específicos, em condições adequadas para utilização em experimentos científicos.

O Biotério de Experimentação Animal da Universidade Iguaçu – UNIG, está localizado dentro do Campus I e foi criado em 2013 e é um Biotério exclusivamente de criação de roedores para experimentação, de forma que esses animais são de reprodução própria e seguem padrões éticos e sanitários. 

Os animais utilizados são do tipo convencionais e, portanto, não são utilizados organismos geneticamente modificados.

Instalações

As instalações do Biotério compreendem:

  • Área administrativa;
  • Área de depósitos para: insumos (ração e forragem) , materiais limpos, equipamentos, rejeitos entre outros;
  • Área de higienização;
  • Salas de animais;
  • Vestiários;
  • Áreas de serviços.

Utilização

Os interessados em utilizar os animais produzidos pelo Biotério devem submeter o respectivo projeto à Comissão de Ética em uso de Animais (CEUA) da UNIG. Após aprovação pelo CEUA, é necessário que concordem com os princípios éticos e de experimentação animal do Laboratório de Experimentação Animal (LEA) da UNIG.

O controle de produção é baseado na previsão dos projetos licenciados pelo CEUA.

Docentes que atuam no Laboratório de Experimentação Animal:

  • Joana D’ Avila
  • Rodrigo de Azeredo Siqueira
  • André Costa Ferreira
  • Marcelo José Uzeda
  • Rodrigo Cardoso
  • Suelen Cristina
  • Mônica Dalmácio
  • Aluana Santana Carlos

Animais cativos

Os animais produzidos no Biotério são criados sob barreiras sanitárias rígidas, em sistemas de barreira sanitária convencional com nível de biossegurança NB1 (baixo risco individual e comunitário), em gaiolas diferentes, proporcionando ambiente individualizado de criação, minimizando ao máximo a ocorrência de contaminação cruzada. 

Dentre as barreiras sanitárias rígidas, destacamos a troca de roupa e uso de EPI completo pelos técnicos responsáveis pela colônia, autoclavação de forragem e ração e desinfecção periódica do ambiente.

São utilizados Camundongos Swiss (Mus musculus) e Ratos Wistar (Rattus novergicus).

  1. ESTUDO DA SITAGLIPTINA E PIOGLITAZONA SOBRE FUNÇÃO PANCREÁTICA EM RATOS ESPONTANEAMENTE HIPERTENSOS ALIMENTADOS COM DIETA HIPERLIPIDICA 
  2. EFEITOS DA ROSUVASTATINA E RAMIPRIL SOBRE PARÂMETROS CARDIOMETABÓLICOS EM RATOS ESPONTANEAMENTE HIPERTENSOS ALIMENTADOS COM DIETA HIPERLIPIDICA. 
  3. AVALIAÇÃO HISTOLÓGICA DESCRITIVA DA RESPOSTA INFLAMATÓRIA DE BIOMATERIAIS DA LINHA EMERVEL® UTILIZADOS PARA PREENCHIMENTO FACIAL EM SUBCUTÂNEO DE CAMUNDONGOS 
  4. AVALIAÇÃO HISTOMORFOMÉTRICA SEMI- QUANTITATIVA SEGUNDO A NORMA ISO 10993-6 DE BIOMATERIAIS DA LINHA EMERVEL®UTILIZADOS PARA PREENCHIMENTO FACIAL EM SUBCUTÂNEO DE CAMUNDONGOS
  5. ESTUDO IN VIVO PARA AVALIAÇÃO HISTOMORFOMÉTRICA SEMI-QUANTITATIVA DOS DIFERENTES BIOMATERIAIS DA LINHA PRINCESS® UTILIZADOS PARA PREENCHIMENTO FACIAL.
  6. ESTUDO IN VIVO PARA AVALIAÇÃO HISTOMORFOMÉTRICA SEMI-QUANTITATIVA DOS DIFERENTES BIOMATERIAIS DA LINHA PRINCESS®UTILIZADOS PARA PREENCHIMENTO FACIAL. 
  7. AVALIAÇÃO MACROSCÓPICA DO PADRÃO DE ABSORÇÃO DE BIOMATERIAIS DA LINHA EMERVEL® UTILIZADOS PARA PREENCHIMENTO FACIAL EM SUBCUTÂNEO DE CAMUNDONGOS. 
  8. AVALIAÇÃO MACROSCÓPICA DO PADRÃO DE ABSORÇÃO DE BIOMATERIAIS DA LINHA RENNOVA® UTILIZADOS PARA PREENCHIMENTO FACIAL EM SUBCUTÂNEO DE CAMUNDONGOS. 
  9. AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DO JEJUM INTERMITENTE NA INFLAMAÇÃO INTESTINAL E DA PRODUÇÃO DE CITOCINAS PRÓINFLAMATÓRIAS EM MODELO ANIMAL EXPERIMENTAL ALIMENTADOS COM DIETA HIPERLIPÍDICA. 
  10. AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DA DIETA HIPERLIPIDICA ASSOCIADA AO JEJUM INTERMITENTE E AO EXERCÍCIO FÍSICO NO PROCESSO METABÓLICO RENAL. 
  11. ESTUDO SINÉRGICO ENTRE SEMAGLUTIDA E A BUPROPIONA NA SÍNDROME METÓBLICA: AVALIAÇÃO SOBRE ALTERAÇÕES METABÓLICAS E COMPORTAMENTAIS EM CAMUNDONGOS.

Órgãos de pesquisa

Logo da Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA)
Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA)
Logo da Coordenação de Pesquisa (COPE)
Coordenação de Pesquisa (COPE)
Logo do Programa de Iniciação Científica (PIC)
Programa de Iniciação Científica (PIC)
Logo do Grupo de Pesquisa em Saúde e Envelhecimento (GPqSE)
Grupo de Pesquisa em Saúde e Envelhecimento (GPqSE)